ISBN: 9788571740266

Jerusalém Destruída – de Tarcísio Lage

SINOPSE

“(…) nos anos de exílio, tive a sorte de conhecer algumas histórias aqui narradas (…). Suspeitava, então, que aquele cativante contador de histórias, performático, (…) podia nos dar um romance como esse que mexe com a Jerusalém que está dentro de nós, manejando com maestria a linguagem, o humor, a ironia e em alguns momentos, a compaixão e a solidariedade escondidas nas entrelinhas.” José R. Bessa, doutor em Literatura Comparada e professor na Pós-Graduação em Memória Social da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UniRio)
Antes de mais nada: a Jerusalém a que o escritor e jornalista Tarcísio Lage se refere no título de seu romance não é real, mas a capital-símbolo das três principais correntes religiosas que, desde o início dos tempos, dividem o mundo: Judaísmo, Cristianismo e Islamismo.

A metáfora serve para ilustrar trajetória de Tarquínio Esperidião, jornalista de meia idade assombrado por fotografias que ‘falam’, trazendo à lembrança momentos impactantes de sua biografia e da História do Brasil. A culpa incutida pela religião da infância, a atração pelos estalinismo da juventude, a anarquia da idade madura e as dúvidas da velhice emergem através de um diálogo vivaz com a memória tendo como pano de fundo o nosso Brasil com seus problemas crônicos: racismo, preconceito, corrupção, entre outros.

Escrito com linguagem ágil e repleto de humor, Jerusalém destruída mostra um painel tragicômico da sociedade brasileira, de um jeito que só um espectador privilegiado da História como Tarcísio Lage poderia conceber.

 21.90

Comparar
Categorias: ,
Produto Sob Encomenda
?
Este produto é importado. Considerar prazo de entrega até 30 dias úteis.

Descrição

DETALHES DO PRODUTO:

Origem: Importado ( Brasil)
Título: JERUSALEM DESTRUIDA
ISBN: 9788571740266
idioma: Português (do Brasil)
encadernação: Brochura
páginas: 196
ano de edição: 2019
edição: 
Peso: 0,250Kg

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Jerusalém Destruída – de Tarcísio Lage”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *