ISBN: 9786588150504

Cocarzinho amarelo

SINOPSE

Em uma história bilíngue, Cocarzinho Amarelo nos ensina sobre afeto e coragem

Cocarzinho Amarelo é uma menina de 10 anos bastante corajosa que foi designada por sua mãe para uma missão: levar uma cesta de beiju para sua avó doente. Familiar, certo?

Cocarzinho Amarelo retoma a clássica história da Chapeuzinho Vermelho de um jeito bem brasileiro, sem deixar de lado a importância do afeto e, claro, de exaltar nossas raízes. Em um livro bilíngue (em português e nheengatu, língua originada do antigo tupi que era falado no litoral brasileiro), o escritor Yaguarê Yamã e o ilustrador Uziel Guaynê mostram as belezas da floresta e da história que deve ser trabalhada e respeitada.

Ao final, o livro traz informações sobre a língua nheengatu e um breve glossário com palavras desse idioma que foi o oficial do Brasil durante um período de nossa história e que hoje é língua franca na região do rio Negro, no Baixo Tapajós e em alguns lugares do Baixo Amazonas, onde é falada por populações ribeirinhas e indígenas.

 27.00 PORTES GRÁTIS

3 em estoque (pode ser encomendado)

Comparar

Descrição

DETALHES DO PRODUTO:

Editora ‏ : ‎ Globinho; 1ª edição (9 setembro 2022)
Idioma ‏ : ‎ Português e nheengatu
Capa comum ‏ : ‎ 48 páginas
ISBN-10 ‏ : ‎ 6588150504
ISBN-13 ‏ : ‎ 978-6588150504
Idade de leitura ‏ : ‎ 6 anos e acima
Dimensões ‏ : ‎ 23 x 0.4 x 23 cm

Informação adicional

Autor: Yaguarê Yamã

Yaguarê Yamã, escritor, ilustrador e geógrafo amazonense, crescido no Paranã do Urariá, município de Nova Olinda do Norte, localidade de Novo Horizonte Yãbetue’y, aldeia indígena da etnia maraguá. Por algum tempo viveu em São Paulo, onde se formou em geografia. Foi lá que iniciou a carreira de professor, escritor, ilustrador e também passou a dar palestras de temática indígena e ambiental na companhia de importantes líderes indígenas. Hoje, de volta ao Amazonas, vive entre a cidade e a aldeia, sempre escrevendo e lecionando para o ensino médio. Autor de trinta livros, a maioria de temática indígena e ambiental na literatura fantástica e nos contos. Alguns desses livros têm conquistado prêmios nacionais e internacionais, como o altamente recomendável (FNLIJ), White Ravens da Biblioteca de Munique (Alemanha) e os selecionados para a Feira de Bolonha (Itália) e para o PNBE. Todos visando à inserção do índio na sociedade e a divulgação da cultura indígena sem preconceito e sem estereótipos, num movimento nacional denominado “literatura indígena”. Além disso, tem participação em várias antologias junto a autores consagrados. É casado com a escritora Lia Minapoty.

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Cocarzinho amarelo”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar de…

Sale!

A criação do mundo e outras lendas da Amazônia

 26.10 PORTES GRÁTIS

SINOPSE

Vera do Val mora atualmente em Manaus, onde pesquisou e recolheu lendas e mitos dos povos amazônicos, a partir dos quais escreveu o belo ‘O imaginário da floresta’. Dessa obra foram selecionados os contos que falam das origens – da noite, das estrelas, da lua, dos rios, do mundo –, que compõem este A criação do mundo. As ilustrações de Geraldo Valério, feitas com colagens de cores e formas magníficas e inusitadas, completam lindamente este livro, que é uma deslumbrante homenagem à cultura dos nossos indígenas.

Bicho Brasil

 22.90 PORTES GRÁTIS

SINOPSE

Pela primeira vez, ao completar 50 anos de carreira, o mais importante fotógrafo de natureza do Brasil reúne em um só livro as suas melhores fotos de animais. Em perigosas madrugadas no Pantanal e na Amazônia, nas noites fechadas das chapadas ou em caminhadas sem trégua pelo sertão, Araquém Alcântara construiu um retrato surpreendente e amoroso da fauna brasileira. Autor de dezenas de títulos, entre eles o best-seller “TerraBrasil”, Araquém conta a história de um país de verdade – sem clichês, sem folclores: “eu quero espalhar belezas. Então escolhi um território e estou nele. E esse território é o Brasil.”